19 julho 2011

zoom zoom zoom we're going to the moon

zoom zoom zoom, we'll be there very soon.

Pois, e ja na quinta. E nao vamos para a lua, claramente, mas olhando para a quantidade de coisas que ja tenho na minha lista para por na mala, e quase a mesma coisa. Ainda nao pus nada na(s) mala(s) fisicamente, estamos so em fase de planeamento. Imprimir bilhetes, reservas, direccoes e afins. Passar a ferro como se nao houvesse amanha, lavar e dobrar... Escolher o que levar, sem ser a casa toda mas sem deixar nada de essencial para tras. Desbloquear telemoveis, encomendar eurinhos, buscar resultados de analises para levar comigo(que tambem vou aproveitar para ir ao medico), tirar sangue. Tentar cozinhar o que tenho para evitar desperdicios, esvaziar lixos para nao deixar nada em casa... UFA.

10 julho 2011

sem pinga de sangue

E para comemorar os 18 meses, apanhamos um destes sustos. Para aprendermos que esta nao e daquelas criancinhas adoraveis de capa de revista.

Fomos trocar o vestido de baptizado, por um tamanho acima. Nao o tinhamos comprado maior porque estava esgotado, mas quando lho experimentei outra vez em casa achei que nao fazia mal nenhum ter uma folgazinha maior. E umas chamadas depois soube que havia numa loja deles a cerca de uma hora daqui. Bora la.

Loja grande, cheia de gente. E escadas rolantes. A Sra D. Laura decidiu que nao queria ficar no carrinho. O pai fez-lhe a vontade. Eu estava distraida a ver sandalias para elas. A cena seguinte e a Alice aos gritos no cimo das escadas rolantes para o andar de baixo. Pois, e a Laura nas ditas. Corri como ha muito nao o fazia, sem pinga de sangue nas veias. A estaferma da criaturinha estava sentada no degrau, sossegada e um pouco divertida ate, a ver o alarme a agitacao em torno dela. Eu e o pai a galgar os degraus, ofegantes e com o coracao a sair da boca, aliviados que ela nao tenha, por uma vez na vidinha dela, decidido descer as escadas sozinha. Outros clientes alarmados pelos gritos da irma, em baixo a ver o que acontecia. Empregados da loja preocupados e tentando assegurar-se que a peste nao se tinha magoado.

Digno de um filme. E eu so consigo pensar no que poderia ter acontecido. E culpar-me cem vezes por isso. A partir de hoje acabou-se, minha menina. A liberdade e relativa, vais andar de trela (desculpem-me os sensiveis!) ou no carrinho aos gritos. Outra destas e que o meu pobre coracao nao aguenta. Por incrivel que pareca, esta faz a irma parecer um anjo (e quem a conhece sabe o quao longe da verdade isto e/sempre foi).

09 julho 2011

18 meses

E assim, num minutinho, chegou ao ano e meio.

E do mais casmurro que ha, neste momento acho que ate e pior do que a mana mais velha- e isso ja e dizer muito. A avo diz que tem a quem sair, por isso nao me posso queixar muito. E rezingona, refilona e exigente, nada paciente e brutinha que so ela. Como e grande e gorducha parece muito mais velha do que e de facto, mas tem uma carinha de bebe maroto que nao engana.

Fala muito pouco, menos do que a irma, mas e muito mais aventureira e destemida do que a Alice era. Sobe para tudo quanto e sitio, puxa o cabelo a mana sem medos de represalias e impoe a sua vontade (ou tenta, as vezes consegue!) a forca de gritos e grunhidos. Nao quer carrinho para nada, e dormir continua a nao ser com ela- so mesmo quando ja nao aguenta mais. Esta na fase dos bebes, passa horas a empurrar o carrinho de bonecas pela casa fora e comecou a dormir agarrada as bonecas.

Come bem, tem a boca cheia de dentes e anda cheia de quereres. Parte frascos de doce, mexerica em tudo quanto e gaveta e desarruma as coisas so pelo gosto de fazer bagunca e criar entropia. Mas da-nos uns sorrisos conquistadores, e uns abracos que sao um mimo, que e para acalmar as hostes e manter-nos sob o encanto dela. Por causa das coisas.

Um amor portanto.


08 julho 2011

do baptizado

A data ainda nao esta marcada, depende dos padrinhos que vem de (muito) longe. Em principio sera em Setembro (10?!!), algures na primeira metade do mes. Ja fizemos parte da preparacao com o padre (falta so a visita a casa na ultima semana), o vestido esta comprado e estou a pensar na decoracao do bolo- ja tenho algumas ideias, vamos a ver se tenho pedalada para tanto.

06 julho 2011

ja estou em contagem decrescente

As FERIAS estao a chegar.

Nao vamos de ferias ha anos, a ultima vez foi em Maio de 2007- a Alice tinha dois anos e fomos passar uma semana ao Algarve. Ora bem, passo a explicar: por FERIAS entendo irmos para um sitio qualquer so nos, sem computadores, blackberries ou familia por perto. Desde que as miudas nasceram, e pelo facto de vivermos 'exilados', acabamos por aproveitar todas as possibilidades para irmos ou a Portugal ver a minha familia ou a Alemanha ver a familia dele. E claro que acho isto importantissimo, as miudas crescem tao depressa e a familia tem sempre tantas saudades... Mas o problema e que tambem precisamos de tempo so para nos, e como o M trabalha imenso acabamos por praticamente so ter tempo para estarmos os 4 aos fins-de-semana. E todos sabemos como passam rapido, como e raro conseguirmos fazer tudo o que tinhamos planeado, e como ate e dificil relaxar num tao curto espaco de tempo...


Por tudo isto uma das minhas 'exigencias' este ano foi mesmo irmos de FERIAS. So nos 4. E esta quase... Partimos dia 21 de Julho, para Lisboa. Dai seguimos de carro para Espanha: Punta Umbria, Cadiz, Granada, Costa de Almeria, Cordoba e Sevilha. Duas semanas de sol, mar, sitios que nao conhecemos, tapas e nada de horarios. Dia 7 de Agosto o pai volta para casa e ao trabalho, eu e as miudas vamos ficar por Lisboa ate dia 23, a gozar o sol, praia com os primos/sobrinhos e matar as saudades para enfrentar mais 6 meses no 'exilio'.

01 julho 2011

e 4 meses depois

... aqui fica o bolo dos 6 anos da Alice. Foi um sucesso, ela adorou e todos acharam o maximo. O trabalhao que me deu e que nem vos digo nem vos conto.