31 dezembro 2010

para acabar o ano em beleza

O ponto 4. do post anterior foi mesmo sol de pouca dura, que e para eu nao me habituar a ausencia da dor. E da consulta, nada de diagnostico, para ja. Mas tambem, quem ja esperou 1 ano e 2 meses pode esperar mais um pouco. Digo eu. Pelo menos este medico fala em 'diagnostico' e nao simplesmente em como resolver a crise do momento, em como me encher de morfina toma la para estares caladinha, sim?!
O proximo passo nao e agradavel, mas parece que tem de ser. La me vao enfiar mais uma camara goela abaixo, mas desta vez nao estou gravida e por isso podem por-me mesmo a dormir (da ultima vez foi so anestesia-local-a-fingir e foi um horror). E mais complexo que uma endoscopia normal, leva muito mais tempo e e suposto permitir ver o intestino delgado todo- aqueles metros e metros. Uma hora sob anestesia geral, pelo menos. Que bom. Pelo menos estou 'apagada' e nao vou sentir o tubo na garganta- arghhhhhhh. Ha que ver o lado positivo da coisa. E se Deus quiser, depois disto la terei o meu diagnostico.

Bom Ano Novo!!!!

27 dezembro 2010

Factos deste Natal

1. A sogra nao foi embora, nao houve voos para ninguem.
2. A Alice ficou tao contente com dois presentes que quase nem precisavamos de ter comprado mais nada.
3. A Laurinha esta de molho, com febre, ranhoca e noites vindas do inferno.
4. Eu ha dois dias que consigo comer sem vomitar ou dobrar-me em dois com dores a seguir.
5. Claro que em consequencia do ponto 4. ja poderia dormir uma noite em paz. Mas por causa do ponto 3. continuo a arrastar-me quase ate a alvorada sem pregar olho.
6. Tenho consulta com o gastroenterologista no dia 30, vamos a ver se ha diagnostico ou nao.
7. E certo que tenho duas pedras na vesicula. Se sao essas as culpadas destas dores horrendas isso ainda esta por esclarecer.
8. Ganhei um telefone novo- o terceiro da minha vida- e ando a luta com ele a ver se aprendo a usa-lo.
9. Ja tive neve que chegue para os proximos 10 anos. OK o barbudo ai de cima?!!!
10. Entrem de pe direito em 2011- e haja saude para todos, que e o bem mais precioso desta vida!

22 dezembro 2010

Um feliz Natal e um optimo ano de 2011

... para todos os que que por aqui passam!!!

16 dezembro 2010

update

Dores non-stop ha duas semanas. Tento falar com os medicos mas ninguem quer saber. Deixei de comer e dormir. Estou de rastos, cansada e irritada. A escola da Alice acaba amanha. A minha sogra vai embora no sabado, e eu que me amanhe com as duas pestes. Arvore de Natal montada, e presentes comprados- valha-nos isso. E ameaca de neve esta noite, e de muito frio nos proximos dias. Isn't this a beautiful life?!!!

12 dezembro 2010

a correr

E hoje, numa manha, fomos a correr comprar os presentes de Natal... Ja o deviamos ter feito ha muito, e se nao me sentisse tao mal nestes ultimos 10 dias ja o teria feito. Hoje arrastei-me, com medo das prateleiras vazias ou muito escolhidas que vi por aqui. Nao correu mal, conseguimos quase tudo o que estava ja pensado. Falta um presente para a miuda grande, um para o pai e mais dois ou tres para amiguinhos da miuda grande. Como ficamos por ca este ano nao era assim muito, mas mesmo assim a multidao era assustadora e fico contente por nao ter de la voltar... E amanha vamos ver se conseguimos comprar a arvore de Natal.

09 dezembro 2010

11

Onze meses. No ultimo nasceram 4 dentolas (coitadinha dela e de mim!), ja tem 6. O peso manteve-se quase constante, agora que nao para quieta e se poe em pe agarrada a tudo. Ja se aventura a dar uns passinhos agarrada as coisas, mas ainda lhe falta equilibrio para o fazer sem apoio. Ainda da cabecadas, mas porque se quer enfiar onde nao deve e mexericar em tudo. Grita para se fazer ouvir, e persistencia e a chave. Normalmente leva a dela avante por causa disso. Continua uma amorazinha bem disposta. Ultimamente acorda durante a noite e quer vir para o pe de mim- desconfio que e dos dentes, mas gostava que ela se deixasse disso, afinal dormir e tao bom e as minhas filhas nao sabem apreciar...

Esta quase, bebe! Quase um aninho e ja nao sabemos como era a vida sem ti.

08 dezembro 2010

pedras?

E continuo cheia de dores, sem comer nem dormir. Ja perdi 3 kgs. O frio so piora as coisas, e ando dobrada em dois. O marido voltou ao trabalho, e sou eu que tenho de levar a miuda grande a escola todos os dias pois a sogra nao pode guiar aqui em Inglaterra... Hoje foi dia de ecografia, a suspeita e de pedras na vesicula. Confirma-se que tenho uma. Mas na ressonancia magnetica que fiz ha uns meses por causa da diarreia falava-se em pedraS- no plural. Onde foram parar as outras? Normalmente e exactamente quando elas migram que a coisa fica feia, mas tenho de falar com o gastroenterologista para saber o que ele acha. Que raiva, so me apetece dar bofetadas naqueles medicos todos que nao me souberam dizer o que tinha ha um ano atras. E que se sao mesmo pedras na vesicula esta crise poderia ter sido evitada tao facilmente...

04 dezembro 2010

mal mal mal

Depois do pesadelo na terrinha, as coisas nao melhoraram. No dia 2 acordei durante a noite com muitas dores nas costas, e vomitos. Ai ai... Reconheci os sintomas imediatemente, os mesmos de ha um ano atras. Estava entao gravida da Laurinha, e acabei por sofrer ate ao final da gravidez. Na altura acharam que era devido a cirurgia que tinha feito ao estomago e a gravidez, que exercia pressao sobre as cicatrizes. Pois bem, nao era nada disso. O que era/e, nao sei, mas nao estou gravida e o filme repete-se. Nao consigo comer- sinto-me logo pior- e nao durmo praticamente nada com as dores. A sogra chegou hoje para ajudar, que eu nao dou conta do recado. A medica receitou-me por telefone (que nao chegava ao consultorio, e mesmo que chegasse nao me podiam fazer analises de sangue nem urina porque esta tudo parado), e o marido foi buscar os remedios a farmacia aqui mais perto que recebeu a receita por fax. Antibiotico just in case e a minha 'amiga' codeina para as dores. Fico completamente zombie com aquilo, e apesar das dores nao passarem pelo menos nao me ralo tanto...

03 dezembro 2010

neve e mais neve

Como no ano passado, nevou por ca e parou TUDO. Comboios, medicos, autocarros, recolha do lixo, escolas... O pai ficou preso em casa, a escola da miuda grande fechou por tres dias, e andamos a caca de leite e pao nos pequenos supermercados das redondezas pois circular com o carro era mentira. Nunca vi uma coisa assim, e ja vivi em terras onde neva muito mais do que aqui. Em abono da verdade, diga-se que desta vez nao parou de nevar durante tres dias, e tinhamos uns 40 cm de neve no jardim. Mas que nao se use sal nas estradas e que o transito fique bloqueado daqui ate a China nao entendo, a serio que nao.