30 novembro 2010

pesadelo na terrinha

Foi hoje. Acordamos com um manto de neve branca a cobrir tudo, um frio de rachar. Nada fazia prever o que estaria para vir. Arranjei o saco da miuda pequena, com duas refeicoes- que isto nunca se sabe... Tudo ponto para deixar a miuda grande na escola, e ala que se faz tarde. O transito estava complicado, toda a precaucao era pouca nas estradas escorregadias- andei a fazer ski com o carro em algumas ocasioes, nao travava e depois de tentar o travao de mao acabei mesmo a reduzir para primeira e virar ligeiramente as rodas para controlar a escorregadela e parar o carro no cruzamento... Chegamos a escola. Atrasadas, mas inteiras. Depois segui para o aeroporto, com a mais pequena a dormir, para ir buscar uma amiga. Sair da terrinha nao foi facil, mas a viagem para o aeroporto e o regresso correram bem, sem grandes precalcos. Ate chegar novamente a terrinha, por volta das 11.30 da manha... Um transito louco, muita neve e um para-para que mesmo assim ainda nao dava para prever o que nos estava a acontecer. Pois bem minha gente: chegamos a casa as OITO E MEIA da noite. 9 horas para fazer uns 7 kms. Vimos carros em chamas, bombeiros, policia, veiculos de reboque a necessitar eles proprios de ajuda para se desenterrarem da neve, chicos (e chicas!) espertos a acelerar e a patinar loucamente (e que medo de levar com um deles em cima!), carros com o 'focinho' preso e condutores desesperados. E vimos e ouvimos (alto e bom som) um bebe aos gritos, zangado e farto de estar no carro. Mae prevenida vale por duas, e o que nos safou foram as tais das duas refeicoes que levei para a criaturinha. E muito boazinha e paciente ela foi, aguentou-se com gracinhas e uns periodos a frente connosco (sim, estava tudo completamente parado, dava para isso!) e algumas horas de sono. Mas depois chegou a hora do jantar e ja nao tinha mais comida para lhe dar... Nos aguentamo-nos sem comer desde o pequeno almoco, mas o pior foi mesmo a impossibilidade de ir a casa-de-banho. E claro, os ultimos kms, feitos a pe, a empurrar furiosamente o carrinho da criaturinha (que achou esta parte do trajecto o maximo!) depois de abandonar o carro numa estrada qualquer no caminho... A neve era tanta que acabei a carregar o carrinho ao colo.

Ufa. Felizmente conseguimos chegar a uma casa-de-banho. Onde tambem havia, adicionalmente, cafe quentinho. E isso foi o que nos deu animo para chegar a casa... O marido chegou horas depois e ainda estava tudo parado. A amiga vinha para uma entrevista, acabou por faze-la por telefone aqui de casa e lutar arduamente para chegar ao aeroporto no dia seguinte e descobrir que o voo tinha sido cancelado. Chegou a casa so no dia a seguir.

Ah, e a miuda grande ficou 'abandonada' em casa de um colega de escola. Nao consegui ir busca-la antes da hora de almoco do dia seguinte.

A modos que foi assim. Um pesadelo aqui na terrinha que nao quero repetir tao cedo. Nao me falem em neve, esta bem?!!!!

29 novembro 2010

nos e mais 10 milhoes

Ontem fomos ate Westfield, supostamente o maior centro comercial de Londres.

BAD BAD IDEA!

Nao queriamos propriamente ir as compras, a ideia era vermos amigos que vivem em Oxford (fica mais ou menos a meio caminho). As criancas iam fazer um ursinho no Build a Bear Workshop, uma loja onde eles podem escolher um boneco de peluche, enche-lo e comprar roupas, sapatos e outros acessorios para os ditos peluches.

Pois. BAD BAD BAD BAD IDEA!

E que houve para ai mais 10 milhoes de criaturos com a mesma ideia, e andava tudo louco- desde arranjar um lugar no parque de estacionamento ate caminhar simplesmente la dentro, tudo era um sufoco e levava muuuuuuiiiito tempo. Conseguimos um lugarzinho sentado para beber um cafezinho depois de muito procurar, e dei de comer a miuda no meio de uma loja de roupa enquanto a minha amiga experimentava roupa- nem pensar em ir para os cubiculos de provas, a bicha que por la ia desencorajava qualquer um.

Levamos bastante tempo a voltar para casa, as miudas adormeceram as duas. Valeu a pena, so pela companhia, mas nao me apanham numa destas ate depois do Natal... Se em Novembro ainda estava aquela loucura nao quero imaginar como vai ser em Dezembro!

27 novembro 2010

com um frio destes

o marido teve a brilhante ideia de sugerir uma visitinha ao mercado de Natal e respectiva Winter Wonderland em Hyde Park. Torci o nariz, mas nao quis ser acusada de ser uma desmancha-prazeres das poucas vezes que ele realmente sugere alguma coisa em vez de trabalhar...

Pois. Estava um brioleeee daqueles. Nao sou fa do vinho quente, nem tao pouco de chocolate quente- o que me apetecia era mesmo um chazinho quente-, mas a falta de outra coisa la bebi o que foi preciso para manter o meu sangue a circular. Comi Bretzel e espetada de morangos (coberta de chocolate), tudo em nome de manter a minha temperatura acima dos zero, claro. A Alice para o fim tambem ja estava gelada, e foi o que me safou- viemos para casa. A pequenita dormiu a maior parte do tempo, envolta em nao sei quantas pecas de roupa e do
saco quentinho- de 5 em 5 minutos ia ver se nao estava gelada, mas acho que era a que estava mais confortavel. Ela e o marido, que bebeu uns quantos Glühwein...

26 novembro 2010

-2 graus

e o que marcava o termometro do meu carro esta manha, quando saimos para levar a Alice a escola. Brrrrrrr, que so de ver isto ainda me deu mais frio!

25 novembro 2010

roseola

A canininha apareceu com umas pintas vermelhinhas pequeninas no peito e na barriga. A amiguinha dela H. tinha sido diagnosticada com Roseola no dia anterior, apesar de nao ter tido febre nenhuma. A Laura nao so nao teve febre, como as pintas nao alastraram como as da H. Levei-a ao medico, mas claro que nao ha certezas. Qualquer coisa viral, eventualmente a dita Roseola mas num caso muito atipico (ja ouvi esta conversa da varicela, ela teve uma varicela ligeira e nao esta livre de voltar a te-la mais tarde). Mas esta muiiiiiiiiiito chatinha, peganhenta e chorosa. E as noites, ai as noites... Ha tres noites que nao durmo como deve ser. Estou um caco, e pergunto-me como foi que aguentei cinco meses disto ate ela comecar a dormir a noite toda...

19 novembro 2010

lost in translation

Eu, na casa-de-banho. As miudas, no quarto delas. Eu, preocupada que a mais nova se engasgue com algum dos milhentos brinquedos pequenos da mais velha (tirei tudo do alcance dela, mas o equilibrio e precario dado que a mais velha tambem brinca por la)...

- Alice, o que e que a mana esta a fazer?
- Esta a brincar.
- Nao esta a meter nada na boca, pois nao?
- Pois nao!
...


De manha, numa manha tipica em que estamos obviamente atrasadas:
- Alice, ja puseste os sapatos?
- ...
- ALICE! JA PUSESTE OS SAPATOS? (para ai a 10a vez)
- Mae! Eu ja!!!

13 novembro 2010

ai-meu-deus-que-a-cachopa-tem-quase-um-ano

(foto retirada)

Chegamos aos 10 meses. De repente, acabou-se o sossego. Gatinha por todos os lados, agarra-se a tudo (estavel ou nao!) e poe-se em pe. E uma sorridente, mete-se com toda a gente na rua e acham todos que e um rapazola simpatico. 3 dentolas, mais duas mesmo mesmo a romper, ja da umas dentadas valentes e abocanha a fruta ou bolachas como se a sua vida dependesse disso. Tem pouco cabelo ainda, e os olhos continuam de uma cor indefinida, um verde azeitona cujo tom depende muito da luz. Usa os dedinhos polegar e indicador para apanhar tudo o que estiver no chao, tipo aspirador micro. E depois mete na boca e lambe, como se eu nao lhe desse de comer ha uns 8 dias. Adora brincar com a cesta da roupa para dobrar, com o cesto do papel para reciclar e claro, com as coisas da mana que esta farta de saber serem proibidas.

A medica pediatra que vimos em Outubro na Alemanha decretou que estava com peso a mais, e mandou-me dar-lhe menos de comer e mais movimento. Pergunto-me se existe fitness centre para bebes, ou entao se ela quer que eu ande a atirar bolas para o outro lado da sala e manda-la buscar, tipo animal amestrado. Toda a gente sabe que os bebes param de engordar quando se comecam a mexer, mas que cada um tem o seu ritmo. Fiquei furiosa e nao voltam a apanhar-me no consultorio da fulana. No ultimo mes nao ganhou peso praticamente nenhum, e esta com 77 cm. Percentil 98, para peso, altura e perimetro craniano. Uma matulona, portanto, mas proporcionada.

11 novembro 2010

chuva, vento e friiiiiiiio

Isto esta um horror. As temperaturas baixaram vertiginosamente, e estao daqueles dias em que so apetece ficar debaixo do edredon todo o dia. Vento e chuva qb. Quando e que chega o Verao mesmo?!!!! O de S. Martinho nao resulta...

08 novembro 2010

mal de outono

Hoje tive de lhe tirar uma folha seca da boca. A marota tinha apanhado nao sei o que do chao, e ficou um bocado engasgada. Dei-lhe umas pancadas nas costas a ver se saia, mas acabei por ter de lhe enfiar os dedos na boca para perceber o que era. Nem quero pensar no que podia ter acontecido se nao tivesse dado por isso rapidamente. Logo eu que tenho panico de engasgancos...

07 novembro 2010

mudancas

A Laurinha ja dorme a noite toda ha bastante tempo. Tambem ja nao mama ha uns dois meses, e basicamente continuava a dormir na cama de viagem no meu quarto porque nao me apetecia muda-la para a caminha de grades, ja montada no quarto da mana ha imenso tempo. A desculpa era que o pai nao tinha baixado a cama ao maximo, pois a cachopa poe-se em pe e eu tinha medo que desse um real trambolhao de la para fora. Acabou-se a desculpa (ele tratou do assunto!) e por isso desde ontem as miudas dormem no mesmo quarto. Aos quase 10 meses a minha bebe deixou de ser tao (minha) bebe...

06 novembro 2010

mais uma dentola

quase quase a fazer 10 meses, sai a dentola numero 3. primeiro incisivo de cima, sim, o que levou com o banco do piano. agora e que as dentadas vao ser a doer...

01 novembro 2010

quedas e cabecadas

Esta oficialmente aberta a epoca dos tombos por aqui. A miuda mais nova gatinha por todo o lado, mexerica em tudo e mais alguma coisa e agarra-se a tudo para se levantar. Ja deu algumas quedas aparatosas, a pior de todas em casa dos avos quando se agarrou ao banco do piano (daqueles redondos de madeira, pesados! Ouch!) e aquilo caiu-lhe em cima do maxilar superior... algum sangue e um grande susto, inchaco e uma linhazita que deixava adivinhar o romper iminente do incisivo de cima.

Ja disse que se acabou o sossego, nao e?...