30 junho 2008

38,6°C

Tou de molho... gripe. :-((((

Fomos passar o fim-de-semana fora e a roupa acabou por ser fresca demais para o fim do dia em Bath. Nao vos conto o horror que foi encontrar um hotel por la, experiencia que me ensinou que assim sem reservas, no calor do momento, nunca mais! Acabamos por ir dormir a Bristol, uma cidade vizinha, onde conseguimos finalmente jantar as 11 da noite...

27 junho 2008

7 meses

Faz hoje 7 meses que fui operada. Estava certa na altura de ter tomado a atitude certa, e hoje estou ainda mais segura disso. Em 7 meses a minha vida mudou. Voltei a ser a pessoa que sempre fui, mais activa, mais confiante e mais feliz. Voltei a vestir roupa que ha muito so ocupava espaco no armario, mas mais importante que isso, voltei a gostar do que vejo no espelho. Voltei a viver.

7 meses. -38.5 kg. -4 tamanhos de calcas. -10 anos.
Como diria um amigo muito querido, em 7 meses ganhei por todos os lados.

26 junho 2008

da (teoricamente inexistente) burocracia britanica

Estou a deitar fumo pelas ventas... Entao Portugal e mau? Experimentem a Inglaterra! Tudo tao facil e rapido uma pinoia (e desculpem o palavreado, mas ja vos disse que estou furiosa?!).

Para abrir uma conta precisas de uma conta de electricidade, telefone, renda em teu nome. Quem nao tem nada, nao tem conta.

Para receber subsidio de desemprego tambem e precisa uma prova de residencia. Ah e precisas de uma conta bancaria. Isto para alem de me terem dito ja imensas vezes que nao tenho direito e que o meu marido e que tem de me sustentar. TRANSFERENCIA DE DIREITOS de outro pais. Ah, sim, entao tem direito.

Para receber o subsidio de desemprego, e preciso ter um numero de seguranca social. E claro, uma prova de residencia. Senao...

Ora eu estou em casa do meu tio, tudo no nome dele portanto. O meu marido nao serve de garantia, apesar de ele ter provas de residencia que cheguem.

E no entretanto vao-te tratando como uma m#$%@. Nos servicos do desemprego, nos servicos para o numero de seguranca social e no banco. Amecaram-me que se saisse do pais nem que fosse uma hora os direitos de subsidio fugiam a voar. No banco chegaram-me a dizer que aceitavam a prova de residencia em Portugal que esta na minha carta de conducao. Como se isso estivesse correcto, que garantia tem disso? E imagino que me iam mandar os extractos para Lisboa.

Como e que uma pessoa comeca a viver neste pais? E sempre este horror ou sou eu? E que ja e o quinto pais diferente onde vivo, e posso dizer sem sombra de duvida que este e o mais incrivelmente complicado e burocratico que ja experimentei!!!!! Ah, e ineficiente. Tudo leva que tempos. Todos dao bitates mas ninguem sabe como e, e acabo a ouvir de qualquer maneira que nao era nada assim e quem e que mandou vir, fazer, acontecer.

AHHHHHH. ESTOU FARTA! Agora vou ali esparramar-me no sofa para ver se me acalmo.

25 junho 2008

3 anos, 3 meses, 3 semanas e 3 dias

Estas enorme, uma fala-barato muito carinhosa e mais ou menos obediente (quando queres). Sabes ser um doce, e consegues mais ou menos o que queres se te portas bem. Do pai fazes mais ou menos gato sapato, mas acho que isso e mais ou menos normal. :-)))

Comes sozinha, lavas as maos e os dentes, vais a casa-de-banho sozinha e vestes-te e despes-te num apice. Fraldas ja nao usas ha muitos meses. Uma menina independente que quer andar na rua sem maos, se arma em macaca no parque infantil a subir por aqueles escorregas e jogos de meninos crescidos acima.

Es muito sociavel, arranjas amigos com facilidade e nao te esqueces das pessoas. Roes as unhas quando estas agitada e podes ser tao cabeca dura como os teus pais. Uma pestezinha linda, portanto. Pedes-me com insistencia para voltar a escola, acho que sentes falta de criancas a tua volta. Comecas na segunda que vem.

20 junho 2008

isto do futebol esta a tornar-se monotono...

Perdemos. Aqui por casa era um duelo interessante, Alemanha vs Portugal. Marido vs mulher. :-)
Pena e que ganhou o mesmo de sempre.

Fomos jantar fora, e ao longe podiamos ver ecrans gigantes onde iamos dando uma olhadela ao que se passava. Ha um bar portugues perto tambem, por isso foi facil seguir os golos so pela agitacao a volta.

Mas o mais engracado de tudo foi mesmo ver uma besnica de 3 anos com o punho fechado a gritar "Portugal, Portugal" logo seguido de "Deutschland, Deutschland". As pessoas a volta estavam um bocado baralhadas, mas acabaram por perceber que ela e metade-metade. Ganhou de qualquer modo.

Nos e que nao. E nao devia, mas fico a torcer para que a Alemanha perca bem rapido. :-))))

17 junho 2008

monstro das bolachas

Hoje de manha foi o pai e que lhe preparou o pequeno-almoco. Quando cheguei a cozinha tinha um prato com duas fationas de pao com montes de doce de morango em cima e um copo de leite. Comeu metade da primeira. Eu comi mais um bocado. O resto foi para o lixo.

Mas este homem acha que a miuda tem o corpanzil dele ou que?!!! E depois refila se eu lhe dou um gelado de vez em quando...

16 junho 2008

esquilos aos molhos

No domingo apanhamos um grande susto quando a Alice caiu de uma altura de 1 metro, de cabeca. Andava armada em macaca na paragem do autocarro, e eu ainda lhe deitei a mao mas so consegui amortecer a pancada, nao evita-la. Bateu com a parte de tras da cabeca no chao. Muitas lagrimas dela, e muita preocupacao nossa. Passei umas horas em alerta ate ter a certeza que estava bem.

Fomos ate
St. Albans, a uns 35 km de Londres. O tempo esteve optimo, e a cidade e bonita. O que mais nos agradou foi um parque enorme muito verde, com patos e imensos esquilos atrevidos que passaram um mau bocado com a perseguicao da pequenota... Tivemos a confirmacao que da queda ja nem se lembrava, e que a cabeca estava boa e recomendava-se.

Afinal tem algumas vantagens ter uma cabecinha dura!

13 junho 2008

lost in translation... not

Uma coisa que tenho confirmado nestes primeiros dias aqui e mesmo que a lingua das criancas e universal. Nao ha grandes confusoes entre elas, mesmo quando uma fala alemao e portugues e a outra ingles. Conseguem brincar, rir e adaptar-se sem problemas. Ja conhecemos uma mae americana com duas filhas muito simpaticas, e temos o numero de outra mae alema. A Alice ja vai dizendo umas coisas em ingles- thank you very much, look, hello e come on- mas de uma maneira geral ainda barafusta com eles em alemao quando fazem alguma coisa que a incomoda. E agora mostra interesse em saber o que eu e o M. dizemos entre nos (falamos ingles um com o outro), o que e novo- ate agora ficava mais ou menos indiferente. Ou me engano muito ou ela vai estar a falar ingles a cem a hora em muito pouco tempo!

11 junho 2008

E os quartos-de-final ja ca cantam!

E venha o seguinte!
Vamos a marchar para Viena, senhores!

10 junho 2008

inocencia capitalista

Fomos ate Oxford Street no fim-de-semana, antes de rumarmos ate Hyde Park para arejar e apanhar sol (a falta de praia...). Ela tinha visto uma Barbie de coleccao que era como a Dorothy do filme `O Feiticeiro de Oz`, e claro que usou toda a sua influencia para a conseguir. So que a maldita boneca (para alem de ser uma Barbie que eu detesto, mas isso sera tema para outro post) custa 55£. O M. disse-lhe que nao podiamos leva-la, pois ele teria de pagar MUITO dinheiro. Resposta pronta:
- O Pai paga muito muito dinheiro e eu levo a Dorothy, Ja?

09 junho 2008

soltas

A peste ainda nao percebeu muito bem o que lhe esta a acontecer. Por ela, continua de ferias em Londres. O facto de nao ter as coisinhas dela ajuda a esta confusao. Ainda fala de Viena como a casa dela, e aqui e a casa do pai.

Tambem e dificil explicar o conceito de cidade. Para ela Londres e a casa do pai. O resto nao.

Hoje temos o terceiro dia de sol numa semana. Aqui entre nos, estava a espera de muito pior.

Ao pequeno almoco, hoje, queria bolachas e nada de leite. Usei o argumento mais que gasto de que o leitinho faz crescer. Bebeu tudo, e ainda com bigodes de leite, sorriu, mostrou-me as pernas e disse:
- Eu cresceu, mae!

05 junho 2008

vivas

Estamos vivas e bem. So muito cansaco, e muita confusao. A tentar uma adaptacao harmoniosa a esta nossa nova vida... Voltarei em breve, com as nossas primeiras aventuras por terras de S. Majestade. Desculpem a falta de noticias mas nem computador tenho!