24 outubro 2007

arvores

Ontem fomos ao supermercado comprar umas coisas... ao chegar a casa, a caminho da cozinha um dos alhos franceses caiu no chao. Comentario pronto:

- Oh mae, olha ali aquela arvore!!! Caiu...

23 outubro 2007

dentes doridos

Hoje estou assim, com dores de dentes... acho que tem a ver com os parafusos que me puseram ha duas semanas, os dentes a volta ficaram incomodados. Vamos a ver se passa, se nao tenho de telefonar ao dentista so para ter a certeza que nao ha infeccao. Odeio dores de dentes, sao daquelas que nao vao embora, ficam ali a torturar baixinho...

21 outubro 2007

Filme

Hoje levei a Alice ao cinema pela primeira vez. Fomos ver o Ratatouile. Montes de ratos por todos os lados. Ela esteve concentradissima do principio ao fim, e parace que gostou, apesar de estar um pouco tensa em alguns momentos. Eu achei engracado, mas muita ratazana para a minha camioneta...

20 outubro 2007

mae solteira sem o ser

Posso dizer que sei o que e ser mae solteira... sem o ser verdadeiramente.

Passei toda a gravidez sozinha, simplesmente porque o meu marido trabalhava na Suica primeiro, depois na Alemanha e eu vivia em Franca. Viamo-nos aos fins-de-semana, o que nao e propriamente o maximo durante a gravidez. Felizmente tinha alguns bons amigos que me deram uma maozinha quando precisei...

Uma das coisas mais chatas de se viver no estrangeiro e que a familia esta, geralmente, toda longe. Nao temos possibilidade de deixar os pequenotes com os avos, e de cada vez que ha uma razao para precisar de ajuda temos de pensar com antecedencia e alguem tem de apanhar avioes... Pois e, agora imaginem que tambem o marido tem de apanhar os ditos avioes! A medida que nos aproximavamos do parto, o meu medo era que ele nao conseguisse chegar a tempo. A minha mae veio umas duas semanas antes da data prevista, mas ele nao podia tirar ferias porque tinha acabado de comecar a trabalhar numa empresa nova... As coisas acabaram por correr bem, mas so porque tive um falso alarme uma semana antes, e ele acabou por vir nessa altura.

Desde que a Alice nasceu, tambem ela se habituou a ver o pai ir e vir. So vivemos juntos seis meses, quando ele esteve entre empregos antes de ir para Inglaterra. E nao e que nao tenhamos tentado diversas vezes ficar no mesmo pais, mas naquela altura estavamos os dois com contratos de tres anos e as carreiras eram tao especificas que nao tinhamos liberdade de escolha.

Por isso, para todos os efeitos sou mais ou menos isso mesmo, uma mae solteira. No ter de leva-la e busca-la a escola todos os dias, ter de ficar em casa quando ela esta doente ou de ser sempre eu que trato de tudo, decido tudo e cuido da vida de todos os dias. Claro que o pai esta presente, fala com ela ao telefone todos os dias e participa nas grandes decisoes. Ele adora-a e custa-lhe imenso estar longe.

Mas tudo vai mudar em Abril ou Maio do ano que vem. E ainda bem. Para todos nos...
Nao e que a situacao de trabalho tenha mudado, e mesmo que eu ja nao quero viver assim. Chega de sacrificar a familia, agora e mesmo a carreira que vai ter de sofrer. E sabem que mais? Nao tenho pena.

19 outubro 2007

voltar a estudar? arghhh, nao...

A proposito deste post da Leonor acerca do desejo dela de voltar a faculdade, eu percebo e admiro as pessoas que tem a coragem para isso, mas nao e coisa que eu pudesse encarar... De facto acho que tem muito a ver com o modo como correram os nossos estudos durante a 'primeira viagem'. Eu nao adorei o meu curso, longe disso. Acabou por ser completamente diferente do que eu estava a espera, e tambem nao consegui tirar o ramo que queria tanto. O ambiente no meu ano era muito competitivo e a franqueza e espirito de entreajuda nao reinava. Talvez eu tambem fosse uma pessoa muito fechada, e nao facilitasse o acesso. Mas a verdade e que fiquei com muito poucos amigos daqueles anos.

As minhas reticencias tambem tem a ver com a carreira que escolhi. Nao sei se e assim tao diferente de estudar. Continuamos a ter aulas (seminarios, conferencias, ...), continuamos a ter estudantes a volta, a ter de lhes dar formacao, e continuamos a ter de estudar (ler artigos, escrever artigos, etc etc). De facto talvez seja por isso, mais que a minha ma experiencia durante a faculdade, que me leva a dizer: mudancas sim, voltar a estudar NAO.

No proximo ano vou mais uma vez mudar de pais (vamos para Londres), e estou a encarar seriamente uma mudanca radical de carreira. Nao sei ainda muito bem para que, mas esta vida de poiso em poiso ja nao me satisfaz. E quero finalmente viver com o meu marido. Ha sacrificios a fazer para isso, mas ja nao da para viver assim.

17 outubro 2007

ISTO nao me esta a acontecer...

Acabo de lavar a minha cabeca com um certo champo... e a terceira vez desde o inicio do mes. Ja nao sabia o que isto era ha anos, e devo dizer que nao lhe senti saudades nenhumas. E que fico cheia de comichao so de pensar nisso. E a comichao psicologica so para quando a 'ameaca' desaparece da cabeca dela.

Posso ate ter o trabalhao de verificar a Alice, cabelo a cabelo. Mas alguem me explica QUEM e que vai ver-me a mim?!!!!
Ahhhhhrgh...

16 outubro 2007

animal de estimacao



Ontem, ao telefone com o pai:

ele: Ah, sabes que a vizinha X e Y da avo tem agora um caozinho?
ela: Ja (a avo ja lhe tinha dito)

... depois de uma pausa, continuou
Ah pai, eu quero um crocodilo!!!

Claro filha. Porque nao? Pomos ali no meio da sala, que de facto e bastante grande... Sao tao simpaticos, nao concordam?

15 outubro 2007

amor de 'mana'

No dia 3 vamos a Grenoble, conhecer o pequeno Matteo e passar uma semana com a familia da minha amiga Emanuela. A Alice esta muito ansiosa, e pergunta-me todos os dias quando e que vamos. Hoje de manha nao queria ir para a escola, queria ir para casa da Ciara (ate aos 15 meses elas cresceram juntas, a Ciara era a sua 'mana' mais velha e ela sente-lhe muito a falta). Expliquei-lhe que ainda faltam umas tres semaninhas. Nao entendeu, a nocao do tempo e complicada...

Conversa comigo quando lhe estava a por os sapatos:

ela- Vamos a casa da Ciara, nao escola.

eu- Agora nao, meu amor, ainda faltam uns dias.
ela- Queres a bicicleta da Ciara.

eu- Ah, isso e que tem de se ver se ela quer emprestar.


E aproveito a deixa para dizer que nao quero birras por causa das coisas da Ciara quando la estivermos. Que ela tem de ser linda e partilhar tudo. Resposta pronta:


- Birras Ciara.
(numa alusao ao drama que foi conseguir que a Ciara lhe emprestasse a dita bicicleta da ultima vez, a pobre da Ciara achava e com razao que ela e que tinha direito...)

Pois entao, claro. A Ciara e que fez birras. Ela foi um anjinho... (not).

Saimos do predio, e eu a tentar dirigi-la para o carro. Ela diz-me que nao, a casa da Ciara e para o outro lado... Coitadinha, seria uma caminhada muuuuuito longa. ;-)

13 outubro 2007

Vai aprender alemao. ...????

A Austria e um dos paises europeus com mais problemas na integracao dos emigrantes. E nao me admiro nada, existe muita gente muito racista neste pais. E nao digo racista contra outras racas- digo mesmo racista de um modo generalizado contra todos os estrangeiros, todos os seres nao nascidos neste pais pequeno que para paraiso maravilhoso lhe falta muito, e cujos habitantes sao em grande parte grosseiros, mal educados e antipaticos. Porque tanto orgulho? Bem podem limpar as maos as paredes...

Ora sendo eu isso mesmo (estrangeira, oh classe abominavel!), claro que tambem tenho as minhas historias para contar. E nao sao bonitas. E sabido que os Vienenses sao SUPER-ANTIPATICOS. Verdade. Mas nunca pensei que fosse a este nivel... Com as criancas conseguem ser horriveis (no ano passado aconteceu-me mandarem-me embora de um cafe porque a Alice estava a brincar a volta da mesa e um velho se incomodou e entre dentes mandou um 'que o lugar das criancas e nos parques e nao nos cafes'). ?????....

Mas no outro dia foi mesmo a cereja no bolo... Ia eu distraida com a Alice no carrinho, pronta para entrar no elevador para o metro e uma velha azeda comeca a mandar bocas, que claro que eu passo primeiro. Nem sequer a tinha visto, por isso fiquei mesmo surpreendida e sem perceber o problema. Mas eu cheguei primeiro, tinha um carrinho de bebe e cabiamos as duas no elevador, alguem me consegue explicar o que fiz de mal? Ou porque deveria te-la deixado passar antes (se a tivesse visto)?!!! A mulher nao parava de olhar para mim especada, e eu olhei para ela com ar interrogatorio. Estava com algum problema, sentia-se mal, ou eu era assim tao fabulosa, sei la.

Ai a Alice falou comigo. Em portugues. Sabem o que a velha disse imediatamente, a vomitar veneno? ' Lernt Deutsch'- Vai aprender alemao! E esta? Fiquei tao surpreendida que nao me saiu nada na altura... mas fiquei a pensar, velha de um raio, eu ja falo alemao, e portugues e ingles e frances e italiano. E a minha filha tem 2 anos e meio e e bilingue. E tu? Que raiva. Odeio gente assim, que se acha superior. E porque? Sera por ter nascido na mesma terra que o Hitler?
Estou zangada, tenho dito.

10 outubro 2007

Senhores Lei


Hoje a caminho da creche, vendo dois policias na estrada:

-Mae, olha os senhores Lei!!! Viste?

:-)))

06 outubro 2007

ai ai ai

Ontem foi dia de dentista. Exclusivamente, pois nao fui trabalhar a seguir... Vim para casa dormir. Puseram-me dois parafusos no maxilar de baixo, foi um bocado traumatizante. Durou cerca de 1 hora, e o pior foi, claro, quando o efeito da anestesia passou...

Ja tive muitas dores de dentes na minha vida (por isso e que preciso estes dois implantes), mas ja ha muito tempo que nao sabia o que isso era...
ai ai ai...

04 outubro 2007

medo do escuro

A Alice agora tem medo do escuro. Foi uma revelacao para mim, pois ela sempre foi uma crianca cuidadosa, mas nunca teve medo do escuro. E a idade, segundo me dizem, quando a crianca percebe mais do que se passa tem mais 'medos'. E verdade que ultimamente me fala dos monstros ou do crocodilo que vem ai... Ha dois dias comecou a gritar cada vez que eu saia do quarto para ela dormir. E nao havia meio de a acalmar, uns gritos incriveis. Tentei de tudo, e ela acabou por adormecer de cansaco depois de muito barafustar. No dia seguinte, a mesma cena... Tentei deixar a luz de presenca acesa, e pimba: ela dormiu descansada.

Como e que de um dia para o outro se fica com medo, assim sem aviso?

01 outubro 2007

Outubro, ja?!!!

E entramos no ultimo trimestre do ano. Como e que pode ser? O tempo voa cada vez mais depressa. A minha mae sempre me disse isso, que ate aos 20 corre taoooooo lentamente, mas depois e num apice. Que quando dermos por isso estamos com 40. E eu apercebo-me agora que e tao verdade. O ano passou tao depressa...